Governo estadual inicia nova captação de água no Rio Paraopeba

O Governo de Minas Gerais deu início, nesta segunda-feira (21/12), à captação de água no Rio Paraopeba, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O início da operação contou com a presença do governador Fernando Pimentel e da presidente da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), Sinara Meireles. Foram investidos R$ 128,4 milhões na obra, que irá garantir o abastecimento de água da região pelos próximos 20 anos.

“Essa é uma vitória importante para Minas Gerais, especialmente para a Região Metropolitana. Nós, quando assumimos o Governo, tínhamos um desafio enorme, porque, se nada fosse feito, inevitavelmente faltaria água para a Região Metropolitana de Belo Horizonte. Com a captação de água do Rio Paraopeba garantimos que não haverá risco de desabastecimento e nem colapso nas próximas estações de verão”, afirmou o governador.

O empreendimento consiste em bombear até cinco mil litros de água por segundo, captados no Rio Paraopeba através de 6,5 quilômetros de adutora de aço, com diâmetro de 1,5 metro, até a Estação de Tratamento de Água (ETA) do Rio Manso, que pertence ao Sistema Paraopeba.

Na ETA do Rio Manso, a água passará pelos processos de coagulação, floculação, decantação, filtração, cloração e fluoretação. As obras, iniciadas em junho deste ano, estão com 95% de execução.

Com a utilização da nova captação, principalmente durante a temporada de chuvas, será possível poupar a produção de água nos reservatórios do Sistema Paraopeba, permitindo recuperá-los para o enfrentamento do período seco.

Em seu discurso, o governador Fernando Pimentel destacou o empenho e o esforço da gestão estadual e da Copasa para tentar solucionar o problema da falta de água. “Criamos uma força tarefa que começou a trabalhar logo no início do Governo e, com o extraordinário empenho da Copasa e da população, que economizou água, e com o apoio da imprensa, conseguimos reduzir em 15% o consumo na Região Metropolitana de Belo Horizonte”, disse.

Segundo Pimentel, essas ações eliminaram o risco de desabastecimento. As projeções técnicas da Copasa indicavam que, se mantidas as condições pluviométricas e o consumo de água da população no mesmo patamar do ano anterior, os reservatórios chegariam em julho com apenas 3% de sua capacidade.

“Agora, chovendo ou não, não vai faltar água. E isso gera um conforto. Então, tudo isso somado é uma vitória de Minas Gerais. Não é uma vitória de um governo e nem de uma instituição, é uma vitória do esforço conjunto de todos em uma causa muito nobre que é garantir o abastecimento de água”, declarou o governador.

Demais ações

Apesar das ações adotadas pelo Governo, que eliminaram o risco de desabastecimento, o governador Fernando Pimentel e a presidente da Copasa, Sinara Meireles, alertaram para a importância de a população continuar utilizando de forma consciente a água, e a realização de novos investimentos e projetos.

“Isso não significa que nós podemos gastar água à vontade. Nós vamos manter a campanha de economia de água, porque cada gota conta e a água é um recurso cada vez mais escasso”, afirmou o governador.

De acordo com a presidente da Copasa, a nova captação irá atender cerca de 50% da Região Metropolitana de Belo Horizonte. “Este sistema permite, por pelo menos mais 20 anos, que a gente tenha segurança no abastecimento da população de Belo Horizonte e da Região Metropolitana, considerando os níveis de consumo históricos”, avaliou Sinara.

Desde o início do ano, a Copasa tem divulgado diariamente, com transparência, de forma inédita, todas as ações executadas e as atuais condições dos reservatórios responsáveis pelo abastecimento da RMBH. A Copasa também colocou em prática uma série de medidas, entre elas, a campanha de mobilização social “Cada Gota Conta” e o programa operacional Caça-Gotas.

O Caça-Gotas, composto de equipes especializadas no atendimento a ocorrências de vazamentos, rupturas de redes e de ligações na área da RMBH, diminuiu em 51% o tempo para correção de vazamentos de água em Belo Horizonte, passando de aproximadamente 9 horas, em média, para 4 hora e 29 minutos, o que possibilitou um significativo combate ao desperdício de água.

Os dados mais recentes, apurados no final de novembro, indicam que a companhia realizou 166.350 atendimentos na RMBH.
Governo estadual inicia nova captação de água no Rio Paraopeba Governo estadual inicia nova captação de água no Rio Paraopeba Reviewed by Isaac Daniel on 19:51 Rating: 5