Linhas metropolitanas sofrem aumento de 12% a partir do dia 3 de janeiro

As 825 linhas de ônibus do sistema metropolitano, que atendem à Grande BH, sofrerão reajuste médio de 12,89% no próximo dia 3 de janeiro.

De acordo com o Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG), a autorização para o aumento foi publicada no Minas Gerais desta quarta-feira (30), em conformidade com o Artigo 5º dos contratos de concessão assinados em março de 2008 pelo executivo estadual.

O valor da tarifa predominante teve aumento de 12,66% e vai de R$ 3,95 para R$ 4,45.  Essa é a tarifa cobrada a partir do Move Metropolitano nos Terminais São Gabriel, Vilarinho, Justinópolis e São Benedito. Ela contempla 5,1 milhões de passagens das 19,9 milhões vendidas mensalmente durante o ano de 2015 no sistema.

Por outro lado, a linha executiva que liga Belo Horizonte ao Instituto Cultural Inhotim teve a tarifa reduzida em 5,96%, passando de R$ 36,05 para R$ 33,90, e agora compõe o mesmo grupo tarifário da linha executiva que liga Contagem ao Aeroporto de Confins.

Confira o preço de alguns serviços

Menor tarifa: R$2,95 (29 linhas com esta tarifa).
Maior demanda: R$4,45 (tarifa preponderante do sistema)
Maior tarifa: R$40,70 (Betim Aeroporto Confins, via Aeroporto da Pampulha)

Exemplos de tarifas linhas metropolitanas

Igarapé – São Joaquim de Bicas; Capim Branco – Pedro Leopoldo; Juatuba-Azurita - R$2,95
Linhas troncais Terminais São Gabriel, Vilarinho, Justinópolis, São Benedito e Morro Alto (parte) – R$4,45

Linhas troncais Terminal Ibirité/Belo Horizonte – R$5,10
Integração Metrô Ônibus – são oito valores que variam de R$ 3,85 a R$5,75;
Aeroporto Internacional Tancredo Neves (Confins) / Avenida Álvares Cabral –R$ 26,75.

Melhorias do sistema

No esforço de melhoria do sistema metropolitano, já a partir do próximo dia 3 de janeiro, o número de grupos tarifários cairá de 64 para 38. Passo é considerado fundamental para viabilizar as integrações dentro do sistema, particularmente nas estações do move metropolitano. Esse processo de unificação das tarifas terá continuidade nos próximos anos.

Outro ponto discutido com a entidade representativa das concessionárias é a necessidade do cumprimento rigoroso do quadro de horários, maior alvo de reclamações dos usuários. Será criada uma mesa permanente entre os representantes das comissões de usuários formadas em 2015 e das concessionárias, coordenada pela Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop), para eliminar esse problema. A fiscalização será intensificada para coibir abusos.

O sistema metropolitano tem 825 linhas e atendimentos na RMBH, opera com uma frota de 2.946 veículos, que transportam uma média diária de 665 mil passageiros em cerca de 15 mil viagens/dia (5,4 milhões/ano). Em relação a 2014, houve uma queda média de 1,1 milhões de passagens mês. Gratuidade significou, em 2015, 1,3 milhão de passagens mês. Todas as linhas comerciais têm bilhetagem eletrônica. O troco máximo até 31 de dezembro de 2016 permanece de R$ 50,00.

Reclamações

No interior dos ônibus serão afixados cartazes para informar aos passageiros os novos valores das tarifas. Para informações e reclamações os usuários podem utilizar o telefone 155 opção 6 ou o e-mail do DER/MG: atendimento@der.mg.gov.br. Sobre o uso do

Cartão Ótimo as informações podem ser obtidas no telefone (31) 3516-6000 ou no site: www.otimoonline.com.br.
Linhas metropolitanas sofrem aumento de 12% a partir do dia 3 de janeiro Linhas metropolitanas sofrem aumento de 12% a partir do dia 3 de janeiro Reviewed by Isaac Daniel on 07:32 Rating: 5